Sons of Anarchy – 4×08 Family Recipe, 4×09 Kiss e 4×10 Hands | Apaixonados por Séries

Sons of Anarchy – 4×08 Family Recipe, 4×09 Kiss e 4×10 Hands

Três episódios marcantes para a trama dessa temporada, com direito a morte, quase suicídio e muita ameaça. Sons of Anarchy vem construindo uma temporada sólida, com as mudanças no clube que vêm se desenhando desde a primeira temporada – de uma forma bem mais violenta do que o esperado. Alguns personagens mudam de opinião, de um episódio para outro e essas mudanças estão delineando o que vai ser a season finale. E a ansiedade só aumenta. Vamos as reviews:

4×08 Family Recipe

Quem assistiu a cena final do episódio anterior com mais calma – sem o desespero de pensar: morreu, Juice morreu! – pode perceber o som do galho se quebrando, o que dava a entender que dificilmente ele teria conseguido se matar. Sabendo que Chibs e Tig saíram do clube a procura dele, certamente eles encontrariam uma cena nada bonita. Até que Juice conseguiu disfarçar bem, considerando o pouco tempo que teve. Sobre a questão dele, acho que a forma como o clube vai lidar com a questão do racismo e com o fato dele estar passando informação interna para Eli, vão definir o futuro do personagem. Chibs parece ter uma visão mais clara sobre o que acontece dentro do clube. Espero que com essa sabedoria, ele possa ajudar Juice de alguma forma. Mas apesar da ajuda de Chibs, sinceramente, eu não imagino um futuro para Juice que não seja preso ou morto pelo clube.

Com direito a cabeça dentro do Chilli, esse episódio brincou com humor negro e com as ironias da vida. Uma das cabeças era de Armando, presidente de SAMTAZ. Espero que as outras filiais de SoA se manifestem sobre a situação, antes que a loucura de Clay mate a todos. Jax vai até Piney, e escuta coisas que não o agradam. A impressão sobre a discussão dos dois é que Jax tira Piney para puxa-saco de seu falecido pai, o que na minha opinião, não é verdade. Piney era sim um bom amigo de John Teller, mas mais do que isso, depois de ler as cartas de Maureen Ashby, Piney sabe o que seu amigo viveu na época conturbada de sua morte. O que eu não entendo é porque John Teller não confidenciou nada a Piney, nas vésperas de sua morte.

Tenho medo de afirmar algo sobre a morte de Piney, depois da “volta” de Juice, mas imaginando que ele tenha de fato morrido, acredito que a conversa entre ele e Jax, vai ao menos fazer o VP pensar melhor sobre a imagem que tem de seu pai. Somado a isso, acredito que as ameaças e as mortes dentro do clube graças as negociações com o cartel, farão Jax priorizar a segurança de sua família.

A ambição de Clay não tem limites. Ele quer manter o clube, o poder de decisão, a presidência, seu amigo na prefeitura da cidade e o dinheiro do cartel Galindo. É possível? A cada episódio eu me convenço que não. Clay atira em Piney como se atirasse no inimigo, sem sequer questionar a história dos dois, sabendo que Piney o ajudou a crescer dentro do clube. O que me deixa mais revoltada é saber que Piney poderia estar vivo, se tivesse dito a Clay que uma pessoa entregaria as cartas de John Teller ao clube, se algo acontecesse a ele. Tara e Unser são os próximos na lista de Clay. Caso Tara realmente mude de estado, não tenho dúvida de que isso apenas tornará tudo mais fácil para Clay.

A votação não acontece porque é interrompida pelos tiros de Lobo Sonora. Apenas Tig e Clay haviam votado. Depois da morte de 2 integrantes do clube, pelas mãos de outros integrantes, acho difícil que essa votação algum dia aconteça até o fim.

4×09 Kiss

Episódio que deixou muitos ganchos a serem desenvolvidos nos próximos episódios. Cada vez mais o leque de possibilidades se expande, deixando essa ansiedade absurda a cada cena que passa.

A máscara de Clay está por cair. Ele diz que ama Gemma e que a família dela é também sua família, mas a forma como ele trata a situação com Tara deixa muito claro que isso não é verdade. Cada vez mais me convenço que Clay apenas está com Gemma por ela ser a primeira dama oficial de SAMCRO. O reinado de Gemma continua mais sólido que a presidência dele ou do que foi a de John Teller. Clay usa dessa influência de Gemma no resto do clube e não só manipula a todos os integrantes como manipula a própria Gemma, que ainda acredita ser capaz de convencer Clay de alguma coisa.

Tara e Unser estão na mira direta de Clay, e isso me apavora. A única solução para eles e até para o futuro do clube é a morte de Clay. É claro que para um presidente como ele, que incentivou que o clube afundasse cada vez mais nas contravenções, uma morte sangrenta e dolorosa seria a medida certa.

Bobby fala em tom profético para Jax que seu destino está entrelaçado ao do clube. Fala que mesmo ele querendo e tentando com muita força mudar, o seu lugar, o seu futuro, é em SAMCRO, na presidência. Jax provavelmente cresceu escutando essa ladainha. É difícil fugir as expectativas que as pessoas fazem sobre o futuro, e se esse futuro envolve um legado de família e um posto de liderança e reconhecimento, é mais difícil ainda. SAMCRO é muito mais do que isso para Jax, é uma forma estendida de família, e isso certamente será considerado por ele quando realmente for sair.

O tom do fim do episódio me leva a achar que a morte de Tara é uma possibilidade, mas o quanto isso levaria Jax a continuar no clube só dependeria do quão bem escondida a autoria dessa morte estivesse. Não consigo pensar em Jax centrado o suficiente para usar da morte dela como motivação para levar seus meninos para longe do clube. Só imagino ele querendo vingança, eternamente, pela morte dela, e se acabando em bebida e mulheres.

Depois de todas as provas que Lincoln levou até Otto, acho difícil que ele se mantenha fiel ao clube. Ao menos de Bobby, acredito que ele vá se vingar, por ter mentido sobre a morte do assassino de Luann, e pelo caso que teve com ela. Juice não tem mais como fugir. Ele agora é oficialmente um ‘rato’. Lembro de ter pensado isso sobre Jax na temporada passada, por suas negociações com Stahl. Não sei se Juice vai saber lidar com Lincoln e Eli da mesma forma.

4×10 Hands

Episódio que épico de Sons of Anarchy. Gemma batendo e apanhando de Clay foi a cena que mudou tudo, porque não há son que não se compadeça dela. Ela só precisa contar a alguém, além de Unser, os reais motivos para ter levado tal surra, e Clay estará morto pela mão de um son. Fez toda a diferença o fato de Gemma ter se dado conta que ele pegou dinheiro do cofre, Tara sofreu a tentativa de sequestro, e logo depois ele devolveu dinheiro no cofre, significando de fato que havia mandado matar a médica. Somando-se a isso a morte desnecessária de Piney, que estava apenas blefando sobre as cartas, porque sequer tinha lido ou tocado nelas. Clay perde sua mais forte aliada, a mulher que fez de tudo pra entender e justificar suas falhas.

Me comovi ao escutar o diálogo de Tara e Jax sobre o futuro, depois dela ter a mão esmagada na tentativa de sequestro. Tara é uma mulher forte, que sempre teve sua profissão como maior guia. Apesar de boa mãe e apaixonada por Jax, ela sempre soube que seu porto seguro era o trabalho, e que esse trabalho é que garantiria a segurança da sua família longe de Charming e dos crimes de SAMCRO. Será que essa mão não vai ter conserto mesmo? Se esse é mais um dos fatores que Jax levará em conta antes de ir embora de Charming, os roteiristas estão mesmo fazendo essa escolha ser cada vez mais difícil para o personagem.

Acredito que foi crucial o desabafo da chefe de Tara, na capela do hospital, para que Gemma tomasse coragem de enfrentar Clay. Gemma é egoísta e dominadora, e impede seu filho de tomar um novo rumo, diferente do que ela imagina. E nessa onda de manter Jax dentro dos seus planos, Gemma acaba obrigando Tara, da mesma forma.

Eli quer abandonar as investigações e se sente mal pelos absurdos que Lincoln o manipulou a fazer. É claro que Lincoln faria algo para manter o xerife de Charming a seu serviço. Um simples documento que Eli achou se tratar de confidencialidade, na verdade o obriga a cooperar até o fim da operação. Ao menos agora, Eli tem consciência do que está acontecendo, e pode escolher com quem cooperar.

Romero tinha o poder de parar os homens que foram enviados para matar Tara, e não o fez, mesmo sabendo que Jax estava lá. Galindo Cartel tem cada vez mais poder sobre SAMCRO, e além de ter que lidar com Clay e suas loucuras assassinas, Jax e os sons que restarem vão ter que saber lidar com o cartel, o que certamente não será fácil.


Dicas relacionadas:

Nenhum comentário ainda

* Campo obrigatório. O seu email não será publicado.